19 de março de 2019

Sinto muito

Nesses últimos tempos, tenho pensado por qual motivo nós vemos e não enxergamos, ouvimos e não escutamos, presenciamos e não sentimos. Às vezes, parece que vivemos a esmo, quase como zumbis, passando apenas por um lado da calçada sem ao menor olhar para o lado oposto para saber o que, de fato, há por lá. Queremos andar. Apenas andar. Nem que seja para trás. Um quase vagar. Vamos duros. Inviáveis. Imutáveis. Sem maleabilidade nenhuma.

E aí eu fico me perguntando em que momento nós viramos pau, pedra, gelo, concreto? Nesse que parece um fim de caminho. Em que momento o fio se rompeu e ficamos pendurados nesse abismo que nos traz a sensação de que vamos sucumbir, que não há salvação e que quem andar pelo outro lado da calçada merece cair antes?

E me indago como chegamos ao ponto de tanta separação, tudo tão partido, repartido, num exagero unilateral. Tudo egoisticamente tão solitário. Tão nu. Tão cru. Por escolha, o que é pior pra nós. 

Tudo sem empatia, sem compaixão, sem benevolência, sem amor. E aí conseguimos ver que é muito isso. Sem amor por nós mesmos. Sem amor pelos nossos. Sem amor pelos deles.  Sem amor pelo outro. Sem amor. Sem amor.

Será que nós nos perdemos num mar de frustração, presunção, excessos, crueldade, exclusivismo? E, se for, nem sei onde isso vai nos levar. A barbárie escancarada e, algumas vezes, comemorada nos sentidos opostos nos esclarece que algo está muito errado. Em nós. E não vemos. E não ouvimos. E não sentimos.

Não sentimos. Não sentimos. Não sentimos mais. E eu sinto muito. Muito. Muito.



** Importante dizer que esses pensamentos não querem generalizar e nem apontar para cá, para esse ou aquele. Foi só um sentimento que veio num momento de reflexão diante de tantas coisas que passamos hoje em dia por aqui e também algumas vezes pela falta de indignação em determinadas situações da vida. Sei que cada um pensa de uma forma e meu respeito a cada um de vocês, viu! Sintam-se todos abraçados.

36 comentários:

  1. Tens razão! Acontecem tantas coisas atualmente, tudo tão dividido,qualquer coisa falamos dá mimimi... Temos que ter pena mesmo, sentir muito por tudo ter chegado a esse ponto!E eu sigo pensando, sentindo e falando o que penso,rs... beijos, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo dia pra você também, Chica. E muito amor também!

      beijos!

      Excluir
  2. acho que não dá pra generalizar, mas é bom fazer o eterno esforço de olhar o outro e enxergar o outro. e não somente aqueles que falam o mesmo que acreditamos. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente não dá para generalizar. Olhar pra gente com amor para enxergar o outro pode ser um bom caminho. Independentemente da forma que ele tem, pensa ou sente. Queria tanto mais amor e empatia.

      Obrigada, viu!

      beijos

      Excluir
  3. Também vejo que passamos pelas pessoas sem enxergar. É claro que não devemos generalizar, mas podemos dizer que é quase que uma maioria.

    https://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que possamos olhar e ver. E nos olhar também ;)

      Obrigada!

      beijos

      Excluir
  4. Lu, suas palavras soaram tão tristes querida, como se algo tivesse se rompido dentro de você, como se desacreditasse no ser humano e na existência da compaixão...
    Mas é verdade, ao sairmos vemos muros intransponíveis, somente pedra..
    Ao avistarmos as pessoas, sentimos apenas um olhar gélido: ninguém sorri ou se compadece de ninguém...
    Há algo muito errado acontecendo amiga..
    Adorei sua reflexão...
    Desejo um lindo restante de semana, na medida do possível!!
    Beijos!! :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida. Às vezes, eu olho à volta e sinto tanto desgosto. De pessoas próximas, pessoas que admiro. E sinto tanto por tanta falta de empatia. Acho que esse foi um desabafo, sabe? Porque temos nossos defeitos, mas o nível de agressão e confronto está além. Mesmo assim, tenho fé e acredito que isso é uma fase e que vai passar. Tudo passa.

      Obrigada pela visita carinhosa!

      beijos

      Excluir
  5. Olá, Lu.
    Eu acho que não é generalizar e sim olhar e enxergar que infelizmente é o que está acontecendo ao nosso redor. As pessoas até parecem que perderam não só os sentimentos, mas a humanidade.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. Também sinto assim muitas vezes infelizmente.

      beijos

      Excluir
  6. Realmente está bem complicado amore. :( :'(

    www.kleidenaira.com.br

    ResponderExcluir
  7. Mas o inverso também é verdadeiro, ainda que provavelmente minoritário.
    A sociedade está cada vez mais egoísta. O que fazer? Não faço ideia, só me posso controlar a mim próprio e pouco mais...
    Excelente reflexão, gostei imenso.
    Lu, um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que o inverso também ocorre. É o que nos enche de esperança!

      beijos

      Excluir
  8. O mundo hoje em dia está dificil, o que podemos fazer é vibrar coisas boas.
    Se puder visite meu blog http://umagarotasemdestino.blogspot.com/2019/03/livro-milagre-da-manha.html

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lu!

    É isso que você vê, ouve e sente e por isso sentiu necessidade de dizer pra nós.
    Felizmente que o mundo tem mudança e "amanhã", você sentirá diferente.

    Beijos e bom domingo.

    ResponderExcluir
  10. Passamos por muitas situações e pessoas sem enxergar realmente. As vezes precisamos parar e desacelerar, e ver a nossa vida ao redor.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu compreendo tanto você, Lu! Mas felizmente existem sempre dias melhores por vir e vamos ter de lutar até voltar a vê-los
    Muitos beijinhos

    https://little-cherry-wine.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. É exatamente assim... Tudo líquido.
    Boa semana. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Sim, estamos a tornar-nos indiferentes para com os outros, como se vivêssemos fechados no nosso canto… O seu texto dá que pensar.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Eu também sinto muito isso.
    Não entendo como as pessoas estão cada vez mais olhando só para si mesmo e menos para os outros, como o amor está cada vez menor e sem valor, como ninguém presta atenção em nada só nos seus celulares... Fico triste com tudo isso..
    Beijoos e mais amor para nós e para o mundo..
    Yanna Karim

    ResponderExcluir
  15. Olá td bem? Amei seu post,seu conteúdo esta muito bom. Vou acompanhar o blog ,Sucesso :)

    ResponderExcluir
  16. Hoje em dia existe muita indiferênça e falta de compaixão, de Amor, perda do sentido do que é o bem, do certo e do errado. O mundo está ficando perigoso.

    ResponderExcluir
  17. Hi dear,
    You have created a beautiful site and I also read some of your nice posts. These are very interesting and useful for all. You have also selected very nice content. I think people would be benefited to read your contents.

    I have a great collection of many webiste and blog links where you can place a comment with your blog link to get more traffic. If you want to Get More Free Organic Traffic you are welcome to visit my blog.


    Free Hosting For Your Domain
    Free Premium Softwares
    Free Premium Themes and Plugins For WordPress
    Free Eid Greetings

    ResponderExcluir

Aprender a dividir o tempo

Às vezes, a vida entra numa batida desenfreada e a gente já não consegue manter uma regularidade em algumas coisas. Outras ficam à frente...