23 de abril de 2019

Quem já deu o primeiro passo?

Nascemos simples e, com o passar do tempo, vamos ocupando nosso ser e preenchendo quem somos com as experiências, com as conquistas, com as perdas, com o que passa por nós e também com o que não passa. São tantas e tantos. 

O imponderável é um fator decisivo. Principalmente porque, em algum momento, queremos ter algum controle ou queremos tentar minimamente nos preparar para o que está por vir. Mas independentemente do que chegar, uma das coisas que pode ser considerada muito importantes na vida é querer algo que nos faça sentir vontade de viver, que aumente a nossa vontade de ser, que nos impulsione a querer construir algo. Não apenas sentir que a vida vai passando, sabe? Mas sentir que tomamos as rédeas mesmo da vida, fazendo escolhas, arriscando por aquilo acelera os corações.

Quem sabe um bom começo para isso pode ser identificar algo que possa suprir as nossas necessidades básicas, algo que nos faça sorrir, que nos faça sentir acolhidos. Algo com o qual podemos nos sentir à vontade para fazer escolhas. Algo que sempre pensamos mas, por algum motivo, deixamos de lado.

Às vezes, pode ser algo simples que vai reverberar de uma forma tão intensa, tão motivante, tão contagiante e nos fazer bem. Às vezes, algo que estava em nosso subconsciente tão vivo, tão cheio de desejos, com tantos sonhos. E tomar uma decisão na direção disso tudo vai fazer uma grande diferença em nós. 

Para quem ainda não conseguiu ao certo identificar o que seria esse desejo, essa vontade, essa necessidade que nos encherá de vida, o primeiro passo é pensar sobre isso. Avaliar o que nos toca de verdade. Mas é um pensar sem cobranças, sem pressa, sem repressão e, quem sabe, sem tanta consciência. É pensar e sentir. Porque é algo que é fluido, que já existe, que já faz parte de nós.

E aí podemos ver e entender que isso pode servir de base para nos fazer sorrir, nos ajudar a chegar ao que podemos escolher para fortalecer o que temos de mais valioso e também de mais bonito: o nosso verdadeiro desejo. E é que nos fará feliz.

Que tal, então, pensarmos no agora, no hoje, no presente para que possamos desejar e construir o amanhã?

Quem já pensou nisso? Quem já descobriu isso? Quem já deu o primeiro passo? 

29 comentários:

  1. realmente ter orgulho não leva a nada. o bom é se arriscar e tentar. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Dar esse passo nem sempre é fácil, mas é possível! ;)

      beijos

      Excluir
  2. Temos de pensar no hoje, olhando lá na frente, sempre.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. As vezes a gente fica tão preocupado com o futuro que esquecemos de viver o presente. Recomeçar e sempre tão difícil,mas vale a pena,a gente nunca sabe o que nos espera do futuro.
    Bj.
    http://blogcarolarruda.blogspot.com
    @blogcarolarruda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sempre é fácil, nem sempre temos forças, mas tudo passa. E passa mesmo.

      beijos

      Excluir
  4. De facto, nascemos tão simplesmente, mas depois começamos a acumular experiências boas e ruins. Ficamos de saco cheio, por vezes.
    É altura de pensar no nosso cotidiano, na ação presente e esquecer o passado, k ficou para a História. O futuro nos espera.

    Novo post por lá. Obrigada!

    Beijos e dias felizes.

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu
    Dar o primeiro passo é sempre dificil e complicado, temos medo de nos machucarmos!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil, Marisa. Tudo no nosso tempo, dentro das nossas possibilidades! ;)

      beijos

      Excluir
  6. Um excelente texto, para ler e refletir.
    Lu, um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Hermoso espacio, te sigo y agrego en mi blog para poder apreciar tus actualizaciones..

    Un abrazo
    Saludos fraternos

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu!
    Quanto tempo que não passava por aqui. Espero que estejas bem e vibrando com esse ânimo e energia para fazer de cada dia melhor.
    Acho que encontrar isso que nos dá esse sentido a cada dia e faz do presente o melhor momento para se viver é uma busca constante. O importante é aproveitarmos essa busca, cada momento que vamos construindo nossa história.
    Bom fim de semana!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom que voltou, Rodrigo! Desejo que esteja bem também. Obrigada pela visita!

      beijos

      Excluir
  9. Muito bom! Tem de haver algo que nos "encha as medidas" para que possamos sorrir à vida e ela a nós!

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  10. Muito boa a sua reflexão.
    Bom domingo!
    big beijos,
    Lulu
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  11. Hi dear,
    You have created a beautiful site and I also read some of your nice posts. These are very interesting and useful for all. You have also selected very nice content. I think people would be benefited to read your contents.

    I have a great collection of many webiste and blog links where you can place a comment with your blog link to get more traffic. If you want to Get More Free Organic Traffic you are welcome to visit my blog.


    Free Hosting For Your Domain
    Free Premium Softwares
    Free Premium Themes and Plugins For WordPress
    Free Eid Greetings

    ResponderExcluir
  12. A vida é uma constante descoberta. Um bom texto de reflexão, Amiga.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma constante, Graça! Obrigada pela visita sempre carinhosa

      beijos

      Excluir
  13. Oi Lu, muito bom o seu texto. É muito importante fazermos essa vida valer a pena ser vivida, trazer leveza e alegria para os nossos dias. Termos vontade de sair da cama e ao deitarmos novamente termos o que agradecer. Pensar no hoje, no que nos realmente faz bem e nos motiva.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

    ResponderExcluir
  14. Vivendo para o presente... tem sido o que a vida me tem ensinado... ao ver tanta gente passando pela vida, totalmente ausentes de si mesmo... e bem mais dos outros... cumprindo uma série de metas e prioridades... que muitas vezes... não fazem mesmo nada pelos próprios... ainda que pareçam absolutamente imprescindíveis e decisivos!...
    Como sempre, mais um post fantástico, por aqui... repleto de preciosas reflexões... que nos fazem pensar... e repensar!...
    Beijinho
    Ana

    ResponderExcluir

Aprender a dividir o tempo

Às vezes, a vida entra numa batida desenfreada e a gente já não consegue manter uma regularidade em algumas coisas. Outras ficam à frente...